- Tahgarelando com Tatah Lira.: A carta que eu nunca mandei

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A carta que eu nunca mandei



Eu realmente espero que você pare de ler isso, agora, nesse momento. Agora, eu já estou arrependida de ter começado, mas não gosto de deixar coisas pelo meio do caminho. Percebi que eu nunca escrevi um texto pra você. Eu sempre achei que você sabia exatamente o que eu queria te dizer, e também, sempre sabe o que eu sinto. Eu não sei bem (nem mal), não lembro nem um pouco como essa história de ser sua amiga começou, não sei nem como chegamos aqui, a esse momento em que eu escrevo para você. Lembra quando eu pedi seu endereço? Era para mandar isso. Mas eu nunca pensei que fosse mesmo mandar. E bom, não mandei. Em primeiro lugar, esse era para ser o seu presente de aniversário e eu só achei agora aqui no computador (em algum momento desse ano eu perdi tudo que eu tinha e aí agora achei isso). Não vem ao caso agora.
Eu nem sei em que ano você entrou na minha vida, sei que desde lá, não saiu mais. Não temos uma amizade clichê de menino e menina. Não temos interesses um no outro, somos verdadeiramente apenas amigos, melhores amigos. E apesar disso, não somos melhores amigos de infância e temos sim nossos segredos, nos conhecemos bem, bem demais, mas não totalmente. Esse não é mais um texto daqueles de menininha apaixonada pelo melhor amigo, ou que tem mil histórias divertidas para contar. Não fomos juntos há muitas festas, não sei das suas bebedeiras e não sei nem onde você mora, apesar de ter o endereço E acho que já nem tenho mais). Quanto a você, nesses anos todos, sabia sim, onde eu morava e só veio em minha casa uma vez, e se perdeu, talvez essa história só seja engraçada para mim E agora que eu me mudei, você não faz mas ideia de onde eu moro). Diferentemente da maioria dos melhores amigos, não nos falamos pelo telefone há muitos meses, acho até que há mais de um ano. Então, como somos, mesmo assim melhores amigos? Olhando assim, não parece, mas na realidade, somos sim.
Estamos longe, mas não nos deixamos de nos falar, não precisa ser sempre, não precisa nem ser todos os dias, mas não deixamos nunca de nos falar. Incrivelmente, somos mais amigos agora, separados, que quando estávamos juntos, nos vendo todos os dias. Agora, conversamos muito mais. Talvez porque agora, eu sinta a necessidade de te falar, porque sem você para me olhar e saber de cara tudo o que eu tenho para dizer, eu finalmente tenho que falar. E mesmo assim, longe, não preciso falar, mesmo que eu pense que preciso, você sempre sabe quando eu não estou bem, quando estou bem demais ou qualquer outra coisa que eu possa estar. Sempre quis saber como pode alguém me conhecer tanto assim. Você conhece até mesmo o meu silencio virtual! Talvez seja por isso que eu falo tão pouco, ou pelo menos bem menos do que eu falo aos outros, o quanto você é importante para mim, não preciso, você já sabe. E eu sei lá mais o que você sabe sobre mim. Só que hoje eu resolvi dizer não só a você, mas a todo mundo que venha a ler esse texto, o quanto eu gosto de você e o quanto você é importante para mim. Mas antes de qualquer conclusão precipitada saiba que isso não é amor. Ao contrário da maioria dos melhores amigos, não nos amamos, não é verdade?
Mesmo assim, eu gosto de você, da maneira como nos divertimos juntos/separados, gosto das nossas conversas, gosto de te abusar (sempre gostei), gosto do jeito que você sempre sabe de mim, mesmo que eu não diga nada, gosto da maneira que estamos sempre presentes na vida um do outro, mesmo na nossa ausência, gosto da sua sinceridade e da maneira como eu me sinto a vontade para ser eu, quando estamos juntos/separados. Gosto mesmo de você. Não se ache por isso.

Um comentário:

Pedro A. disse...

Tatah, tenho que adimitir, agora to me achando (foi mal aeee)
aehueahauehaeuhaeuheaueahueaheauheau
Sabe que pode contar comigo sempre, apesar de que eu moro só uns "metros" longe, to aqui sempre que precisar conversa comigo, aperriar, etc (só não vale pedir dinheiro ¬¬).
Mas eu sei eu sei é muito amor por mim ... vc n consegue viver sem mim
aeuheauehueaheuheuheueahea

Beijão tatah =*
qualquer coisa ja sabe o numero =*

(OBS: Não, vc não fala pouco ...AEHUHEAEAHUHAE
OBS2: Não sou bom em fazer texto de agradecimento, DEPOIMENTOS etc e tal, mas leve em consideração que eu escrevi e pensei muito... coisa que é rara eu fazer como vc ja sabe :P
Se cuida tatah =*)