- Tahgarelando com Tatah Lira.: A rainha do drama.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A rainha do drama.

Sou assim, como diz o título, a rainha do drama. Não me acho bonita, não me acho boa em nada. Choro com facilidade, faço tempestade em um copo d'água, é fácil partir o meu coração. Sou frágil, emotiva e tenho lágrimas inundando os meus olhos até mesmo sem motivo. Há quem acredite, entenda ou simplesmente ache frescura, mas não sei ser de outro jeito, mesmo que eu já tenha tentado, nem sei mais se eu quereria não ser assim. Acho mais bonito sentir demais que não sentir nada, apesar da segunda alternativa ser bem mais fácil e exigir bem menos lenços. Há quem chame de emo, chorona, besta...não me importo. Não controlo os meus sentimentos, eles que me controlam por isso tudo é muito intenso para mim. Qualquer obstáculo é um problema sem solução e provavelmente eu acabo distorcendo TUDO o que me dizem de mim mesma. Me faço de vítima, na verdade, acredito mesmo que sou vítima de tudo e mesmo assim recuso qualquer ajuda que eu não tenha pedido, não gosto que se preocupem comigo e também não quero que me deixem de lado. Sou inconstante. Eu gostaria muito de não me importar, mas acho isso meio frio, meio cinza. Gosto do calor dos sentimentos, das cores da vida. Então, não posso evitar ser quem eu sou, afinal depois da chuva de lágrimas sempre há um arco-íris de sorrisos. Há quem diga que sou bipolar, por causa disso. E de fato, mudo de humor repentinamente, mas o que há de ruim nisso? Montanha russa é sempre divertida, mesmo que seja de sentimentos. Sou cheia de altos e baixos que vão e voltam em frequências alteradas, mas nunca há um período de estabilidade, exatamente como as batidas de um coração em um eletrocardiograma, só estabiliza quando para e todos queremos que o coração continue batendo.


Nenhum comentário: