- Tahgarelando com Tatah Lira.: Passado x Presente

segunda-feira, 7 de março de 2011

Passado x Presente


Ainda essa noite eu estava lendo meus antigos diários, quanta coisa se perdeu no passado. Logo eu, que sempre achei que era melhor deixar o que passou para trás, me peguei hoje vasculhando o passado, sem nenhum medo de encontrar algo indesejado. Não encontrei, na verdade descobri que perdi coisas demais ao longo dos anos, momentos que estão escritos que eu nem lembro, o mesmo para algumas pessoas, me perdoem por isso, mas é verdade. Li vários nomes que não sei de quem são e não sei nem em que ponto essas pessoas saíram da minha historia escrita em letras e páginas coloridas. Percebi também, que no começo todos os dias mereciam ser registrados, dias bons, ruins ou até os dias normais. Todos eles eram escritos com uma música para acompanhar. Ao longo dos anos, apenas os dias marcantes (bons e ruins) tinham seu destaque, depois, só os dias bons e agora, o que eu tenho registrado no meu diário são as atividades que tenho que fazer: trabalhos e provas da faculdade, contas para pagar... Em que momento os meus dias especiais pararam de ter espaço nos meus diários, antes cheios de segredos, escritos em códigos, para que ninguém pudesse ler, nem a pessoa que eu sou agora, apenas a menina que eu era é capaz de ler o que ela escreveu.
Me veio a cabeça então que eu cresci. E que tudo o que eu sinto falta é o meu passado. Os momentos, as pessoas... Nada é igual agora, e nem poderia ser, nem eu sou a mesma, só pude notar agora que vi quem eu era através das linhas tortas coloridas cheias de glitter. Tive que me despedir de muitas coisas essa noite, tive que me despedir de mim mesma no passado, talvez essa seja a pessoa de quem eu mais sinto falta hoje em dia. Eu sabia de verdade quem eu era, ou pelo menos eu tinha certeza que eu sabia, o que me fazia acreditar de verdade que sabia. Hoje em dia, eu passava a maior parte do tempo tentando ser quem eu sempre fui. Essa noite, eu aceitei que mudei e agora tenho que descobrir quem eu sou nesse momento. A certeza de saber quem eu era me acompanhou tempo demais a ponto de não me deixar ver quem eu me tornei. Acabo esse texto com uma frase da Bruna Vieira, do www.depoisdosquinze.com: Então, em meio a tantas mudanças, você descobre que cresceu, que a antiga você ficou lá atrás e que ainda não existe uma versão atualizada de você mesmo pronta.

Nenhum comentário: